Obesidade nos Açores

1 dose = 25 g

1 dose = 25 g

Estes dias deparei-me com um artigo muito interessante sobre o poder da publicidade nas crianças e não foram precisos muitos cliques para encontrar outros artigos, uns mais científicos do que outros, que falassem dos efeitos da obesidade nas crianças.

De facto tudo está ligado e o pensar na obesidade das nossas crianças é pensar os hábitos que lhes transferimos, é pensar nos hábitos que os outros lhes tranferem, é pensar nos hábitos que a televisão transmite como “normais” substituindo os pais no papel de formadores.

Ao constatar que um pacote de batatas fritas de 200g têm 1104 kcal e que em 25g de batata, 9g é só gordura, quer dizer, neste mesmo pacote temos 72g de óleo, ou seja, 5 colheres de sopa. Uau!

Em 30 minutos de natação, uma criança gasta em média 200 Calorias.

Dá muito o que pensar e pensar também gasta calorias.

Fica aqui um documentário, que pode ser facilmente transposto para a nossa realidade uma vez que o Brasil e Portugal estão na mesma “categoria” de obesidade e um link da revista Pais & Filhos para pensar no estado das nossas crianças nos Açores.

Obesidade infantil: Açores é a pior região

Se alguém tiver dados concretos da evolução deste nosso “status” de região mais obesa, por favor, os comentários são muito bem-vindos.

Anúncios