Carta aos condutores

Hoje um post diferente, transcrito de um vídeo que alerta para o nosso comportamento nas ruas. Só tive o trabalho de traduzir 🙂

Queridos condutores/as,

Sou um pai, uma mãe, um filho, sou um ciclista…

Durante muito tempo, pedalar tem colaborado para o meu bem estar físico, e tem me ajudado de maneira simples a me livrar das pressões e do stress que o dia-a-dia pode trazer.

Gosto de andar de bicicleta por vários motivos: porque é saudável, porque gosto de comtemplar a bela paisagem do lugar em que vivo e simplesmente por que gosto do pedalar por si só. Adoro sentir o vento no rosto, o sol a bater-me nas costas, as coisas acontecendo a minha volta e tenho satisfação por poder sentir estas coisas enquanto pedalo.

Caro motorista, eu não sou um ciclista, mas sim um marido. Tenho uma esposa que também adora andar de bicicleta, e um dia o meu coração quase parou quando ela me contou que quase foi atropelada por um carro.

Eu sei que os ciclistas parecem atrapalhar às vezes. Podemos estar a ocupar a sua via e forçá-lo a diminuir a velocidade ou a ter que esperar para virar numa esquina. Até eu ter a minha própria bicicleta eu também me irritava facilmente com os ciclistas que me impediam de andar mais rapidamente. Continuar a ler

Anúncios