No one cycles in the Azores

Estive a pensar onde começou esta minha vontade (louca) de pedalar pelos Açores.

Entre muitas conversas com amigos e a curiosidade de passar mais vagarosamente por todas as ilhas, lembro-me de uma ver ter lido um artigo de uma revista inglesa (Active Traveller Magazine) que me chamou a atenção para a falta de conhecimento que eu e outras pessoas têm das diversas realidades em cada uma das ilhas dos Açores.

Imprecisões à parte, porque o autor do artigo punha as nossas ilhas todas dentro do mesmo saco, chamou-me a atenção o facto dele dizer que ninguém andava de bicicleta nos Açores!!! E foi logo no primeiro parágrafo.

É claro que para alguém que vem de um lugar onde a bicicleta é utilizada amplamente, pode-se dizer que temos poucas bicicletas nos Açores… mas dizer que não temos nenhuma é exagerado. Também não sei como a Lagoa do Fogo foi parar ao Pico, mas pronto, os Açores têm tanta coisa bonita que às vezes confunde a nossa cabeça. Mas dizer que ninguém pedala…

Durante a minha viagem vou contar as bicicletas, depois escrevo pra ele dizendo que afinal temos muitas a rodar por aí.

O artigo é bom fala dos Açores e cumpre o seu papel de publicitar nosso arquipélago para o mundo, o que é muito bom, mas um pouquinho mais de critério fica sempre bem, afinal pelo que me parece o autor não começou a viajar ontem e deve ter de longe mais experiência do que eu em viagens pelo mundo.

O artigo está aqui pra quem tiver curiosidade.

Anúncios