Mind the gap!

Realmente é muito melhor viajar pelo mundo do que sobre o mundo. Custa é começar e como um dia tinha que acontecer decidi fazer um “test-drive” até São Miguel e ver como é que a bicicleta iria se comportar com a carga do material todo. Na verdade acho que foi uma desculpa. Queria mesmo era fazer uma surpresa à Ana. Continuar a ler

Alteração do Código da Estrada Português

O dia 24 de Julho de 2013 foi um dia histórico na actualização do sistema jurídico rodoviário em Portugal. Durante muitos anos, vigorou no nosso país um Código da Estrada (CE) que não protegia nem dignificava peões e utilizadores de bicicleta (velocípedes). Estes são, precisamente, os modos de transporte com maiores benefícios para a saúde pública, para a sustentabilidade ambiental e urbana, e para a economia nacional – atendendo, em particular, à forte dependência energética do país em relação aos combustíveis fósseis. Continuar a ler

Experimentando

Contra tudo e contra todas as previsões do tempo resolvi arriscar e testar o equipamento em carga. Foi uma voltinha curta e por estradas razoáveis, passando por vários tipos de terreno: asfalto, bagacina e calçada.

Acho que bicicleta comportou-se bem, tirando o detalhe de algumas vezes o calcanhar bater nas mochilas traseiras, mas depois de algumas correcções ficou tudo bem.

É engraçada a sensação de entrar nas nuvens que tenho muitas vezes aqui nos Açores e neste percurso isto aconteceu. Bastou passar dos 300m de altitude e lá estavam elas… uns dizem que é nevoeiro ou ainda neblina mas pra mim são nuvens. Uma vez ouvi dizer que não se sabe muito bem porque mas no mar as nuvens andam mais baixas do que nos continentes e por isso muitas vezes aqui nos Açores não estamos em meio a um nevoeiro mas estamos sim “dentro” de uma núvem.

No final do percurso ainda tive que fugir de alguns pingos mas nada de grave.

Mais tarde choveu mesmo… afinal a previsão estava certa!